Curso de Direito Eleitoral Pode Melhorar Campanhas das Próximas Eleições

DIREITO ELEITORAL CABECALHOO curso de pós-graduação em Direito Eleitoral oferecido recentemente pela Ucamprominas poderá ser um fator considerável para mudanças nas próximas eleições. Com conteúdo bem elaborado pelos professores mestres e doutores da Universidade Cândido Mendes, o curso é oferecido na modalidade Online e qualquer pessoa com formação superior pode realizar mediante um pequeno investimento.

Por ter carga horária de 495 horas, a pós-graduação em Direito Eleitoral pode ser concluída em cerca de seis meses caso o aluno cumpra os pilares obrigatórios da Ucamprominas. Fato este que pode capacitar pessoas para atuarem nas próximas campanhas com maior conhecimento sobre a Legislação Eleitoral.

O curso irá capacitar de bacharéis e profissionais em áreas que se relacionem diretamente ao exercício de funções ou atividades ligadas ao Direito Eleitoral, com o objetivo de desenvolvimento da ciência jurídica e interação com a sociedade, bem como, desenvolver habilidades para a resolução dos problemas do cotidiano na área eleitoral, considerando os aspectos constitucionais da legislação eleitoral, propiciando-lhes sólidos conhecimentos conceituais e práticos na área do Direito Eleitoral buscando a formação, a atualização e aperfeiçoamento de profissionais da área, bem como, promovendo o aprofundamento teórico, técnico, prático e didático para a atuação na área eleitoral, para formar Especialistas em Direito Eleitoral.

São dez módulos distribuídos da seguinte forma: Introdução a Ciência Jurídica (45 horas), Tópicos Especiais das Ciências Jurídicas (45 horas), Introdução ao Direito Eleitoral (60 horas), Organização, Sistemas e o Código Eleitoral no Brasil (45 horas), O Processo Eleitoral (45 horas), Estrutura e Procedimentos Administrativos – TSE (45 horas), Direito Penal e Processual Penal Eleitoral (45 horas), Tópicos Especiais do Direito Eleitoral (45 horas), Métodos e Técnicas de Pesquisa (60 horas), e, Metodologia de Trabalho Científico (60 horas).

Líderes políticos e partidários, advogados que pretendem atuar em coligações e campanhas nas próximas eleições e demais pessoas envolvidas no processo eleitoral podem se preparar para a próxima campanha e além de evitar problemas com a Justiça Eleitoral para seu candidato, podem fiscalizar e denunciar com maior propriedade crimes eleitorais que possam vir a ocorrer durante o processo.

Anúncios